Nossa História

Nos primeiros anos da década de 90 o país e a sociedade brasileira viviam graves problemas de ordem econômica e política. Os municípios da região Oeste do Paraná já vinham enfrentando a crise das pequenas propriedades, e Terra Roxa – PR, era um dos municípios que sofria com a crise.

Foi somente com o surgimento das primeiras indústrias de confecção da moda bebê (ainda nos anos 90) que a cidade voltou a crescer inspirado muitas outras empreender no mesmo ramo (moda bebê) tomando o negócio promissor.

Depois de várias atividades, com esforço coletivo individual, em 2004 foi proposto pelo SEBRAE à formalização de um “Arranjo Produtivo Local Moda Bebê” (APL) de Terra Roxa-PR, oficializado em 2005, na ocasião, para as 42 empresas existentes, e tinha o objetivo de unir e fornecer subsídios para o crescimento e aperfeiçoamento das indústrias de confecção infantil instaladas no município, dado seu amplo potencial e a imensa importância social e econômica para a região. Neste mesmo ano o SEBRAE prioriza atendimento e disponibiliza projeto exclusivo do setor de vestuário para maximizar os resultados das empresas e dos empreendedores.

Atualmente Terra Roxa e micro-região, segundo o IBGE estima aproximadamente cerca de 17.439 habitantes, entre, 50 empresas atuam nesse segmento, formalizadas especializadas na fabricação de roupas infantis na linha Bebê de zero a três anos e a linha Kids de quatro a doze anos são responsáveis por cerca de 30% da economia local, 3.000 empregos diretos e indiretos (aprox. 1/3 do total) do município. A produção conjunta destas indústrias é cerca de 500 mil peças por mês, com um faturamento estimado em R$ 5 milhões de reais. Com a implantação do APL Moda Bebê, atualmente com 27 associados às confecções atingiram um alto nível de qualidade e diferenciação em seus produtos, garantindo a Terra Roxa o título de “Capital Nacional da Moda Bebê” conforme a Lei nº13 537 de 15 de dezembro de 2017.

O que fazemos?

O Arranjo Produtivo Local (APL) é um grupo de empresas que possuem a mesma especialidade produtiva, ou seja, exercem a mesma atividade econômica e atuam dentro de um determinado território.

Reunidas em torno de um APL, as empresas mantém vínculos de articulação, interação, cooperação e aprendizagem que contribuem para o seu aperfeiçoamento e aumento da sua competitividade frente ao mercado.

Ao mesmo tempo, as empresas conseguem agregar para si importantes parcerias de governos, entidades de apoio, associação de classe e empresariais, instituição financeiras, de ensino e pesquisa através do APL, abrindo novas oportunidades e aumentando a força de cada empresa e de classe como um todo.

Além disso, o Arranjo Produtivo Local da Moda Bebê estimula as empresas envolvidas a definir um projeto comum de desenvolvimento, garantindo a busca constante por iniciativas que contribuam com o crescimento das empresas, dentre várias ações destaca-se o “Turismo de Compras” nos meses de junho e novembro acontece a maior Feira Moda Bebê de Terra Roxa, tradicional evento que atrai visitantes de diversas regiões do país. Para as futuras mamães, é um momento único escolher o enxoval direto da Capital Nacional da Moda Bebê, com preços acessíveis, atrativos.